terça-feira, 29 de julho de 2014

Wishlist: livros, livros e mais livros!

Julho foi um mês muito grato para mim em questões literárias. Participei de uma daquelas correntes de Facebook na qual você posta em sua timeline um desafio, onde as cinco primeiras pessoas que comentarem "Eu quero" ganharão um livro. Apesar de ter que presentear cinco pessoas com algum livro, em troca receberei cinco livros também. O primeiro que recebi foi Cadeira de Balanço, de Carlos Drummond de Andrade. Depois ganhei Cheio de Charme, de Marian Keyes. Nunca li nenhum livro da Marian Keyes, mas já ouviu muitos elogios sobre eles. Fora do desafio, também ganhei outros dois livros. O primeiro foi Paris versus New York,  de Vahram Muratyan, e estou completamente apaixonada por ele. Sério, é muito lindo! Vou fazer um post só sobre ele depois. Por último, ganhei o livro O Lado Bom da Vida, de Matthew Quick, que eu já estava namorando há alguns meses e pretendo usá-lo no meu desafio Book 2 Movie.

Aproveitando essa boa onda de ser presenteada com livros, resolvi fazer uma wishlist com alguns livros que me deixariam muito feliz em ganhá-los.



Faço faculdade de Letras, já lecionei Língua Inglesa por quase dois anos, em 2012 e 2013, e sou completamente apaixonada por essa disciplina. Conheci o Kit Conecte da Saraiva ano passado quando minha amiga Natália (que também é professora) comprou o Kit Conecte Literatura, que eu achei lindo e ótimo para aulas do Ensino Médio. Então deduzi que o de Língua Inglesa deve ser tão bom quanto.

Eu adoro gatos, adoro coisas fofinhas e Pusheen the Cat é simplesmente adorável. Adoro ficar vendo as imagens no We Heart It, baixei o pdf, mas queria muito o livro. Sem falar que, como professora de inglês em potencial, posso usá-lo no estágio ou coisa parecida.

Ensaio sobre a Cegueira
A primeira vez que li Saramago, confesso que não me empolguei muito e nem terminei de ler Memorial do Convento. Mas quando precisei ler Caim para um trabalho de Línguística, me apaixonei completamente pelo autor. Por isso quero ler Ensaio sobre a Cegueira para o meu desafio Book 2 Movie.

Cem Aulas Sem Tédio
Mais um ótimo livro para quem está na carreira docente e para quem deseja ministrar as melhores aulas do mundo (haha, sou muito exagerada). Esse livro foi escrito por duas professores de língua estrangeira da rede básica e traz cem dinâmicas para serem usadas em sala, para despertar o interesse dos alunos em aprender L2 ou simplesmente para deixar sua aula bem divertida. Eu amo esse livro, para mim é a bíblia das professoras de LI.

O Menino do Pijama Listrado
Outro livro que está na minha lista de desejo há tempos. Mas tive mais vontade ainda de ler depois que minha mãe assistiu ao filme e disse que chorou demais. Acho que é perfeito para o meu desafio.

Keep Calm and Carry On
Livro fofo, quero demais. Pode ser apenas para decoração mesmo, rs.

Aspectos da Teoria da Sintaxe
Um dos livros da prova escrita do processo seletivo para o mestrado em Estudos Linguísticos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Bibliografia obrigatória para uma estudante de Letras que faz pesquisa na área da linguística.

Padrões Sociolinguísticos
Mais um livro para o mestrado, mais um livro essencial para minha formação.

Aventuras de Alice no País das Maravilhas
Sou completamente apaixonada por Alice no País das Maravilhas (tanto que é o tema do meu artigo de TCC). Também amo bolinhas, logo, estou louca por esse livro ilustrado pela artista plástica Yayoi Kusama.

Box Jogos Vorazes - Trilogia
Acho que não preciso nem explicar o porquê de querer o box com a trilogia de Jogos Vorazes, certo?

A lista completa dos livros que eu realmente quero se estenderia por quilômetros, esses são os que eu mais quero a curto prazo. E vocês, também são viciados em livros? Quais livros não podem faltar na wishlist de vocês?

Beijinhos! <3

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Book 2 Movie: A Culpa é das Estrelas



Depois de um longo recesso no blog, que não é justificável, aqui estou novamente com mais uma resenha Book 2 Movie. Parte do atraso da postagem se deve ao fato de que terminei de ler o livro A Culpa é das Estrelas semanas antes da estreia do filme homônimo nos cinemas e depois só tive a oportunidade de assisti-lo final de semana passado, porque moro numa cidade que não tem cinema (sim, a minha vida interiorana é muito difícil, rs).

O livro é centrado na vida de Hazel Grace Lancaster, uma adolescente que não é como todas as outras, uma vez que ela convive com um câncer terminal na tireoide, diagnosticado aos 13 anos. Seus pais tentam agir como pais normais, mas acabam forçando a barra para que sua filha aproveite a vida e não fique confinada em casa apenas assistindo programas de televisão. Os médicos dela também a aconselham a sair e recomendam um grupo de apoio a jovens com câncer. É nesse cenário que ela encontra Augustus Waters - ou Gus.

Augustus é um jovem muito atraente, despojado e que também sofreu com um diagnóstico de câncer precoce. Porém, ao contrário de Hazel, Gus já está sem indícios do câncer e apenas acompanha seu amigo Isaac no Grupo de Apoio. Hazel percebe que Gus a olha bastante durante a reunião e é a partir daí que o nosso romance começa.

Confesso que achei muito rápido a forma como eles se aproximaram. Na minha cabeça só vinham pensamentos de que esse era uma espécie de Crepúsculo, que os vampiros eram substituídos por câncer. Mas algumas peculiaridades de Hazel e Gus me provaram quem não. E o melhor: desde o momento em que peguei o livro já deduzia um final para ele, mas acabei sendo surpreendida. Além do que John Green soube escrever alguns diálogos bem engraçados, que às vezes nos fazem esquecer de que o livro gira em torno de jovens com câncer.

E chega de detalhes sobre o enredo, porque esse livro é daqueles que perdem totalmente o sentido quando você fica sabendo de um spoiler.

Durante meses eu via diversas postagem sobre o livro, sobre o quanto era lindo e como tinha um enredo comovente. Confesso que ainda demorei mais de ano para finalmente tomar a iniciativa de ler. O que mais me motivou foi a proximidade do lançamento cinematográfico e a oportunidade de inclui-lo no meu desafio Book 2 Movie.


A Culpa é das Estrelas não se tornou uma de minhas leituras favoritas, mas é um livro fácil de se ler, bem clean e acaba te envolvendo, mesmo que seja por influência de tantas pessoas que derramam elogios pelas redes sociais. Fiquei emocionada com ele também, então acho que caí nessa enorme rede de fãs do livro.

Como fiquei muito ansiosa para ver o filme, posso dizer que gostei muito da adaptação. Os atores encaixaram perfeitamente nos papéis, tiveram uma excelente interpretação, o cenário foi muito bem montado e é uma adaptação quase que perfeita, muito fiel aos acontecimentos do livro. Apenas um detalhe ou outro foram cortados, mas quase que irrelevante para o entendimento da história. Para quem não se importa de assistir ao filme sem ler o livro, não perde muitas informações descritas por John Green. Chorei em pelo menos umas quatro cenas do filme, mas fiquei menos envergonhada ao ver que várias pessoas saíram fungando do cinema.

Espero que tenham gostado dessa resenha e se sintam instigados a lerem o livro ou assistirem ao filme. Prometo que volto em breve com outra resenha. E sugestões de livros e suas respectivas adaptações serão bem-vindas nos comentários, okay?

Beijinhos! <3





Dados do Livro

Título Original: The Fault In Our Stars
Título no Brasil: A Culpa é das Estrelas
Autor: John Green
Tradução por: Renata Pettergill
Páginas: 283
Editora: Intrínseca
Ano de publicação: 2012