quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

2015 - O que teve?


Uma das coisas que eu mais tenho achado graça ultimamente são os memes que estão por toda parte e que alegam que 2015 foi um ano muito ruim, um ano muito difícil e que não veem a hora do ano acabar. Olha, 2015 não foi o melhor ano da minha vida, mas sem dúvida foi um ano em que tive muitas experiências - algumas boas, algumas ruins, mas muitas experiências. 

Parte disso foi um desejo que tive de botar a cara no sol e fazer tudo o que tinha vontade, de ter momentos para relembrar depois. Por mais que algumas coisas não tenham saído como planejado, o importante foi a forma como eu encarei cada momento vivido. Então considero que 2015 foi um ano muito bom, no qual tudo o que aconteceu de ruim não foi muito relevante.

Posto isso, decidi mostrar para vocês o que teve de bom este ano (sim, o título é meio kibado do Morri de Sunga Branca, rs).


Teve despedida de uma grande amiga do meu serviço, que deixou um enorme buraco no nossa rotina de trabalho e nas nossas vidas.

 

Teve Juliana completando 1/4 de século.


Teve primo fofinho completando uma década.

 

Teve Juliana conhecendo cidades do próprio estado que ela nunca imaginou conhecer.


Teve madrinha de casamento.


Teve Forever 21 em territórios goianos - bem antes de muitas capitais brasileiras.


Teve amiga indo para outra cidade - mas felizmente ela já está quase voltando.


Teve colação de grau da mais nova licenciada em Letras.


Teve momentos lindos, fofos e lindos.


Teve corte de cabelo realmente significativo, não só 4 dedos. rs


Teve visita aos amigos especiais.
 

Teve pessoaxxx do Rio de Janeiro comendo pequi.

Teve arco-íris literário.


Teve muita gordice na Mimos de Vó.


Teve maratona literária de inverno.
 

Teve muito pé na estrada.


Teve uma série de livros que ACABOU com o meu coração. ♥


Teve Team Maxon! ♥♥♥


Teve Kombi do amor.


Teve lado negro da força.


Teve estante nova.


Teve um amontoado de gatinhos fofos.


Teve madrinha de casamento de novo.



Teve pós-graduação.


Teve muito IF Goiano.


Teve destino novo no final do ano. 


Teve coisa linda que a natureza dá pra gente.


Teve coleção aumentando.


Teve visita dos meus filhos na minha casa.


Teve também momento libertação de fim de ano.


Teve Juliana toda natalina, como sempre.



Ah, e sem falar que em 2015 foi marcado pelo retorno da July Evans e das fanfics na minha vida! Sério, não sei como pude ficar tanto tempo afastada disso (Jily é muito amor! ♥).

Ou seja, tive muito mais motivos para me alegrar em 2015 do que para ficar triste. E espero que 2016 seja ainda melhor. Na verdade, vou fazer com quem 2016 seja bem melhor, se Deus quiser.

Desejo a todos um feliz ano novo e que vocês também vivam momentos de muito amor e alegria nesse novo ciclo que se inicia.

Beijinhos! <3

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Museu da Língua Portuguesa



Acho que já deve ser do conhecimento de todos o incêndio que aconteceu ontem, dia 21 de Dezembro, no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. Vi a notícia num post do Facebook e não quis acreditar nas imagens que estavam sendo compartilhadas. Algumas pessoas que me conhecem bem sabem que eu adoro museus e prédios históricos. Sabem também que amo São Paulo e o fato de ter me formado em Letras faz com que eu sinta um enorme carinho por aquele patrimônio cultural. Aliás, acho que não só para quem é formado em Letras, mas o museu é uma grande representação do que todos nós somos construídos: da Língua Portuguesa.

Felizmente tive a oportunidade de visitar o museu ano passado. No dia não havia nenhuma outra exposição além do acervo fixo, mas mesmo assim foi um passeio muito emocionante, principalmente na exposição sobre a História da Língua Portuguesa, que é narrada pela atriz Fernanda Montenegro, contando com a participação de outros grandes nomes nas declamações de poesias. Nesse vídeo vocês conseguem ver um pouco da exposição, mas infelizmente não tem a Praça da Língua, que é uma espécie de planetário onde versos são projetados por todos os cantos de uma sala escura, desde o chão ao teto.

No andar inferior tem a Grande Galeria, que é um corredor com um telão de 106 metros que contém também mais fatos sobre a história da nossa língua e alguns artefatos estão expostos ao lado de painéis com mais curiosidades. Ao fundo nesse andar, numa sala isolada, fica o Beco das Palavras, onde há uma mesa interativa na qual podemos brincar com a formação das palavras.

Além do acervo, o prédio é um lugar belíssimo. Não tirei muitas fotos, mas claro que queria ter alguns registros. Fiquei realmente muito pesarosa com a notícia, foi um dia de luto para a nossa cultura. E mais triste ainda saber que um bombeiro faleceu no resgate aos funcionários do museu. Espero que o local possa ser restaurado, para que mais pessoas consigam viver um pouco da emoção que senti quando estive lá.



Fotos: Eliézer Ferreira

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Sobre blog, postagens e motivação




Hoje, logo pela manhã, assim que acessei o Facebook, me deparei com uma postagem no Depois dos Quinze sobre os 7 anos do blog, que falava sobre os acontecimentos no mundo teen do ano de 2008. Nesse ano eu tinha 18 anos e me interessava por muitos dos assuntos abordados na postagem. Tanto que, puxando pela memória, acabei encontrando o link de um falecido blog que eu comecei em Abril de 2008 (ou seja, 6 meses antes da Bruna Vieira criar o blog dela). Claro que eu morri de rir com as postagens, cheias de erros, mas bem a cara de uma garota de 18 anos que passava seu tempo livre na internet. Vou ser corajosa e compartilhar o blog com vocês, que era o Room on the Third Floor (viciada em McFly, eu? Imagina!). 

A plataforma de postagem era a Sapo, uma plataforma portuguesa, porque na época eu havia voltado de Portugal há menos de 6 meses e ainda estava em período de adaptação. Se vocês perceberem, eu não entendia muito sobre ferramentas de postagem, mas me divertia muito criando os textos. Morrendo de rir com as coisas que eu falava. Também morrendo de amores pelas músicas que eu escutava. E o melhor de tudo: o que foi essa postagem sobre Twilight? Eu estava mega viciada, hahaha!

Olhando para tudo isso, eu me pergunto o porquê de eu não ter levado adiante. Às vezes não damos muita importância para detalhes que parecem bobos de nossas vidas, mas que podem levar a grandes conquistas no futuro. Hoje eu poderia ter um blog maior, no qual eu pudesse me dedicar mais a ele, porque com 25 anos, trabalhando e estudando, o tempo para me dedicar é bem menor do que o que eu realmente gostaria. E naquela época eu tinha muito tempo.

A lição que eu tiro com isso tudo é que não devemos deixar de lado as coisas que gostamos de fazer, por julgarmos não serem relevantes ou algo do tipo. Se você gosta de escrever e postar em blogs, faça isso. Se você gosta de cantar, pintar, resenhar livros, faça tudo isso também. Mas tenha sempre foco, metas, motivação. Não encare só com um hobbie sem futuro. Muitas pessoas ganham a vida fazendo o que gostam. O importante é apenas persistir.

E vocês, também gostam dessa vida de blogs e postagens? Quais são os hobbies de vocês? E o que vocês faziam em 2008?

Beijinhos! <3

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Outubro Rosa - Inspirações


 Sei que o mês de Outubro já está quase acabando, mas motivada pelo clima agradável que está fazendo hoje na cidade onde moro, selecionei algumas imagens com o tema rosa predominante para que vocês também se sintam tão inspiradas(os) quanto eu.

Também vale lembrar que o Outubro Rosa é o mês de conscientização do combate ao câncer de mama e que todas as mulheres precisam sem prevenir para que a doença possa ser diagnostica precocemente. Então, não se esqueçam de incentivar as mulheres de sua família e também as amigas de vocês, que já estão na idade, para fazerem o exame. Mais informações vocês podem encontrar no site do Outubro Rosa

As imagens eu pesquisei no Pinterest, Tumblr e We ♥ It da vida. Espero que vocês gostem. São muito amor!